Acadêmicos
Dienifer Tournier Warmling

 

Dienifer Tournier Warmling
Cadeira: 13
Posição: Fundador

Biografia

 Dienifer Tournier Warmling, nascida em 19 de outubro de 1994, natural de Lauro Muller e residente em Cocal Do Sul. Acadêmica de graduação em Design Gráfico, a autora tem como principal hobby a leitura e a escrita. Prática que conserva há cinco anos, tendo lançado dois livros e escrito diversas crônicas. Em 2015 lança mais um livro, com o nome de “Anjos Dos Meus passos – Buscando o passado.” Pretende lançar a continuação (“Anjos dos Meus Passos – Indo encontro ao futuro”) em 2016.

Obras

Essência




A chuva caía lá fora e dentro de mim também. É uma coisa do tipo que só da pra entender sentindo. Será que só eu neste momento estou me sentindo abandonada assim? O abandono e a decepção são as piores dores para mim no momento. Pareço sentir os estralos do meu coração ao despedaçar, e todo esse clichê envolve-me aqui no meu quarto ao som dessa chuva de primavera.
É difícil imaginar uma jornada adiante sem os seus braços me envolvendo num abraço, sem seu perfume completando o meu e sem suas mãos encaixando tão perfeitamente na minha.

Claro que todos dizem que irei superar, que devo lhê esquecer, eles dizem saber que sou capaz, mas o que eles não sabem é como eu ti fiz prioridade da minha existencia, eles não sabem como é deitar pensando somente no que passou, e dormir sonhando com o que poderia ter acontecido, se você não tivesse sido tão fraco, se o seu coração tivesse batido mais forte e mais alto do que os gritos de vozes negativas alheias.

E mais uma vez a decepção e o abandono tomam conta de mim,e mais uma vez recebo-os de coração aberto, não teve como impedir, tomou conta, fácil assim. E mesmo com tudo isso eu vejo como eu sou forte, percebo como o seu abandono me deu experiencia, como a sua atitude me deu maturidade e como o seu amor me deu forças para lutar.

Eu até posso encontrar outro que faça me sentir tudo o que você me fez sentir, mas nenhum terá o encaixe perfeito da sua mão na minha, após ter os seus braços me envolvendo, me mostrando a junção perfeita do seu perfume no meu e da sua essencia com a minha.

 
Escritora da Aila fala sobre a importância da leitura e da escrita



Içara/Bairro Primeiro de Maio (SC) -

Dando continuidade as comemorações do Dia do Livro, a Escola Municipal de Ensino Fundamental Ângelo Zanellato, dentro da disciplina de Língua Portuguesa – Redação da professora Maristela Búrigo da Silva Bolan, realizou com os alunos da 7ªs e 8ªs Séries do Ensino Fundamental um dia de autógrafos com a escritora da Academia Içarense de Letras e Arte – AILA, Dienifer Tournier Warmling.

A jovem falou um pouco aos alunos sobre a obra e a importância do hábito da leitura e escrita para a vida das pessoas, além de divulgar o livro “Sobrevivendo no Amor” que conta a história de uma jovem que passa por algumas situações na vida e que aos poucos percebe que muitas pessoas também assim vivem, levando a mesma a perceber que todos temos problemas e que às vezes as questões que os envolvem pode ser amenas comparadas aos dos outros.

A escritora ressaltou ainda que “mesmo não querendo ser escritores devemos ler muito para que possamos desenvolver nossa fala, escrita e raciocínio”.

Na ocasião a turma do 1º Ano 11 da professora Altina Maria Tournier Warmling e auxiliar Joelma Miguel Coelho fizeram uma bonita homenagem aos jovens presentes com uma música de autoria da professora, sendo que o tema trabalhado pela escola neste semestre é juventude.

A coordenadora pedagógica Lidiane Alves em nome da escola, agradece o desempenho dos alunos e professoras pela bela atividade e parabeniza a jovem escritora por sua obra. “Nada mais concreto do que apresentar aos nossos alunos, pessoas jovens como eles e que fazem toda a diferença na sociedade. Que sirva de incentivo e estímulo a outros adolescentes”.


Texto: ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO
Foto: DIVULGAÇÃO

www.jinews.com.br

29/04/2013

 
Sobrevivendo no amor



Livro Sobrevivendo no amor:

Superação, emoção e lições de vida.



 
É o amor



Sabe aqueles dias em que não devia nem acordar?
Sabe aquelas palavras que jamais deveriam ter sida ocultas?
Sabe aquele aperto da garganta ao estômago, que passam pelo coração?
Sabe quando nem um abraço é o suficiente?
Sabe quando você sente que ninguém ti entende?
Sabe quando se vê a queda tão perto e nada se pode fazer para esquivar-se?
Sabe quando as palavras faltam e as lágrimas invadem sem poder fazer freia-las?
Sabe quando você vê o que ninguém vê?
Sabe quando você sente o que nunca imaginou existir?
Sabe quando a vida ti derruba com a mesma intensidade que ti levantou?
Sabe quando o silêncio se torna a melhor opção?
Sabe quando alguém entra na sua vida e ti toma a razão e principios? Ti faz sorrir, chorar, cair, levantar, brigar e lutar. Mas ao mesmo tempo quer ti fazer desistir, cair e não levantar nunca mais, quer ti fazer suplicar pela derrota, mas também ti da forças.
Sabe quando essa contradição ti domina e voce não distingue mais o certo do errado? É o amor entrando no seu cotidiano, no seu coração, ainda mais, no seu viver.

 


<< Voltar

 
 

AILA - Academia Içarense de Letras e Artes | Todos os direitos Reservados | Içara - SC